CONTRATAÇÃO E GESTÃO DE CUIDADORES DE IDOSOS: SAIBA COMO FAZER

Quem tem um familiar idoso que mora sozinho ou que precisa de uma atenção especial, com certeza já ouviu falar nos serviços dos cuidadores de idosos em casa. Chamado de home care, o serviço de cuidado domiciliar tem ganhado muito destaque nos últimos anos, em função do envelhecimento populacional. Neste momento que vivemos a pandemia de COVID-19, cada vez mais famílias têm optado pelo cuidado e tratamento em casa ao invés de hospitais ou clínicas geriátricas.

Se você procurar pelo serviço no Google, por exemplo, vai encontrar diversas empresas que oferecem os serviços, além de sites e aplicativos também. Se você conversar com amigos sobre o assunto, provavelmente receberá indicações de profissionais para contratar por conta própria.

Se você optar por uma empresa como a Personale Cuidador, que oferece a estrutura completa para o cuidado em casa, certamente terá mais tranquilidade. Afinal a empresa cuida de todo processo de recrutamento, seleção, treinamento, gerenciamento e monitoramento dos profissionais. Desta forma você fica tranquilo e seu familiar recebe o melhor cuidado de profissionais qualificados e de confiança.

tudo-sobre-cuidador-de-idosos-personale-cuidador

Mas, se você optar por contratar profissionais por conta própria, deve saber que o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 11/16, que regulamenta a profissão de cuidador de idosos, crianças, pessoas com deficiência ou doenças raras estabelece que esses profissionais deverão ter o ensino fundamental completo e curso de qualificação na área, além de idade mínima de 18 anos, bons antecedentes criminais e atestados de aptidão física e mental.

O texto proíbe que os profissionais administrem medicamentos que não seja por via oral e sem orientação médica. A atividade de cuidador poderá ser temporária ou permanente, individual ou coletiva, visando a autonomia e independência da pessoa atendida. A regulamentação prevê que o cuidador seja empregado por pessoa física, para trabalhar por mais de dois dias na semana, atuando no domicílio ou no acompanhamento de atividades da pessoa cuidada, e terá o contrato de trabalho regido pelas mesmas regras dos empregados domésticos. 

Confira nossas dicas para ter sucesso na contratação!


SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS

Com o envelhecimento da população a profissão de cuidador de idosos cresceu muito nos últimos anos. Isso significa que há uma oferta muito grande de profissionais para o cuidado com idosos. No entanto, fique atento aos seguintes pontos na hora de analisar os currículos e selecionar os profissionais para cuidar de quem você ama:

  • Formação

É recomendado um profissional certificado com curso presencial e que tenha tido ao menos 100 horas de prática. Com a popularização da profissão, muitas “escolas” oferecem cursos à distância, mas estes não oferecem a melhor experiência ao estudante e deve comprometer a qualidade do atendimento.

  • Experiência

Cuidar de idosos exige, além da formação, dedicação e empenho do profissional, uma experiência prática de cuidado. Analise as experiências deste profissional, busque referências. Mas fique atento ao fato de que uma experiência positiva no cuidado com um idoso pode não garantir a qualidade de atendimento ao seu familiar, pois cada idoso tem necessidades e expectativas diferentes. Avalie bem o caso antes de contratar.

  • Perfil

Partimos do princípio que todos os profissionais com a mesma formação tem as mesmas competências. Logo, imagina-se que todos podem cuidar de seu familiar, mas é importante você conversar com a pessoa que receberá o cuidado e acompanhamento para entender a expectativa dela com relação ao perfil do profissional. Converse e entenda se tem preferência por alguém mais jovem ou mais maduro, que fale mais ou seja mais contido e outros aspectos pessoais do profissional. Isso facilitará a receptividade do idoso para com o cuidador.


CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS

Depois de selecionar os profissionais, você vai precisar formalizar as contratações e fazer os últimos acertos, como dias, horários e salário, por exemplo. Além da formalização, você conviverá com série de outros processos ligados à contratação, como a gestão do profissional e seus benefícios. Confira o passo-a-passo da contratação:

  • Oferta de trabalho

Após entrevistar o profissional e selecioná-lo, é importante que você formalize a oferta de emprego acertada através de um documento que antecede o contrato. Desta forma você esclarece tudo e pode estabelecer prazos para cumprimento dos trâmites burocráticos, como lista de documentos necessários, prazo para apresentar documentos, data do exame admissional, data do início da prestação de serviços, condições da contratação, entre outros.

  • Elaborar contrato de trabalho

Você pode optar apenas em fazer o registro da contratação na Carteira de Trabalho (CTPS). No entanto, um contrato de trabalho serve para complementar as informações registradas na CTPS. Descreve no contrato a remuneração, jornada de trabalho (dias e horários), data de admissão, tipo de contratação, benefícios, direitos e deveres e até as funções exercidas. Depois da assinatura, não esqueça de registrar este documento em cartório para validá-lo.

  • Registro de CTPS

As informações mais importantes do contrato também devem constar na CTPS, dentre elas as informações do empregador, cargo, CBO, remuneração, data de admissão e condições especiais (tudo que fuja de 8 horas diárias), como jornada de 12×36 horas.

  • Cadastro no E-Social

A admissão de empregado deve ser cadastrada no E-Social em substituição às comunicações ao Ministério do Trabalho, INSS e Receita Federal.

Para empregador Pessoa Física existe um módulo simplificado de cadastro no sistema E-Social. Se optar em fazer contrato de trabalho com o cuidador, consulte um contador para evitar contratações irregulares.

  • Vale-transporte

O empregado precisa preencher um termo de solicitação do vale-transporte, contendo seus dados pessoais do colaborador (nome, CPF), endereço residencial, os serviços e meios de transportes utilizados para deslocamento residência/trabalho/residência, valor das conduções utilizadas como meio de transporte, número de vezes diárias que faz uso do transporte para essa mesma finalidade, declaração de responsabilidade do colaborador.

  • Exame admissional

A contração de cuidador de idosos não tem a obrigatoriedade do exame admissional, mas ele é importantíssimo. Afinal, a PLC 11/16 exige que o profissional tenha atestado de aptidão física e mental. Além disso, este exame vai lhe dar tranquilidade de que o profissional não possui nenhum problema de saúde grave que comprometa seu trabalho com o cuidado da saúde de seu familiar.

  • Adicionais

Existem uma série de adicionais referentes à contratação de profissionais, como insalubridade, horas extras, entre outros. Ao contratar cuidador de idosos o que mais vai lhe causar dor de cabeça e encargo financeiro são os adicionais noturnos. A hora noturno custa 20% a mais e é calculada sobre o período de 52 minutos e 30 segundos.

  • Pagamentos

Habitualmente os pagamentos são feitos de forma mensal ao empregado, mas é importante averiguar o sindicato da classe trabalhista, pois muitas vezes suas convenções abrangem algumas regras nesse quesito, que podem diferir do habitual, como o adiantamento de salário, por exemplo.

  • Custos

É comum que as famílias achem “caro” o serviços ofertado pelas empresas, pois fazem a comparação do custo da empresa com o salário do profissional. Mas não se engane, o profissional não custa apenas o valor de seu salário. Você precisa ter em mente que há outros custos que se  somam ao salário (benefícios, 13º salário, férias, ⅓ de férias, FGTS, INSS, adicional noturno, entre outros). Além disso, provavelmente você vai precisar contratar um profissional contador para cuidar de todos estes trâmites burocráticos. 

Lembre-se que um profissional custa, em média, o dobro de seu salário para o empregador!

Organizar o processo de contratação e seguir todos os passos acima é fundamental para que você reduza os custos da contratação, minimize o risco jurídico e a rotatividade de profissionais que vão cuidar de seu familiar idoso.


GERENCIAMENTO DE PROFISSIONAIS

Após concluir todas as etapas do processo de contratação, como vimos acima, você ainda precisa estar preparado para lidar com a gestão do profissional ou dos profissionais. E esta será a tarefa que lhe dará mais transtornos e incomodações. Existem inúmeras situações que vão lhe exigir tempo, paciência e dedicação para gerenciar os profissionais que contratou. Caso não consiga gerir adequadamente a equipe, haverá rotatividade e você precisar retomar o processo do início e isso vai lhe custar tempo e dinheiro.

Tendo em vista esta dificuldade de muitas famílias, a Personale Cuidador oferece sua experiência de 24 anos na contratação, gestão e monitoramento de profissionais cuidadores de idosos em casa para oferecer a melhor experiência em cuidado domiciliar ao idoso e seus familiares.

Confira abaixo todas as preocupações que você terá ao optar contratar um profissional de forma particular, sem a Personale Cuidador:

  • Folgas

Mesmo que a jornada de trabalho do profissional esteja bem definida em contrato e na CTPS, você não terá como evitar que os profissionais tirem um ou mais dias de folga para resolver alguma situação pessoal. E isso fará com que você corra atrás de alguém para substituí-lo.

  • Faltas

Por mais que você analise currículos, experiências e entreviste um candidato, só vai tomar real conhecimento de sua assiduidade e comprometimento durante seu tempo de trabalho. Desta forma, podem ocorrer faltas – justificadas ou não – por parte do profissional. Esta é uma das piores situações que você vai enfrentar, pois seu familiar idoso não terá o cuidado que necessita e você terá de “correr atrás” de um substituto imediatamente.

  • Atestados

Por mais pontual, comprometido e assíduo que um profissional seja, não há como evitar que ele enfrente algum problema de saúde que o impeça de trabalhar por alguns dias (como um resfriado), ou algumas semanas (como uma fratura ou cirurgia). E está é outra situação que lhe colocará em busca de outra pessoa para substituir o cuidador doente. Muito provavelmente você terá de retomar o processo do início para contratar outra pessoa.

  • Substituição

Falamos antes sobre a adaptabilidade do profissional e seu perfil às necessidades e expectativas de seu familiar idoso. Caso um dos profissionais não se adapte aos cuidados ou não haja boa adaptação é fundamental providenciar a troca deste profissional. Afinal, o idoso não deve aceitar alguém que não goste cuidando da sua saúde e atuando nas suas rotinas. Neste caso, novamente se faz necessário retomar o processo do início.

  • Supervisão

O cuidador de idosos é um profissional que cuida das rotinas de saúde do idoso, como alimentação, higiene, medicação, entretenimento, lazer e bem estar. Por este motivo é fundamental ter um profissional de saúde graduado, como um enfermeiro, para fazer a supervisão da atuação do cuidador. Então provavelmente você precisará contratar um enfermeiro também para garantir que o trabalho do cuidador esteja de acordo com as normas de saúde.

  • RISCO JURÍDICO

Embora você tenha um contrato de trabalho bem elaborado, com cláusulas claras, assinado por ambas partes e registrado em cartório, você ainda terá o risco jurídico de uma eventual ação trabalhista de um ou mais profissionais. 

Na verdade, é comum que profissionais cuidadores contratados por família busquem restituições de valores através da Justiça do Trabalho. Há inúmeras alegações feitas pelos profissionais. Em alguns casos é possível que o valor reivindicado supere a faixa de R$ 30.000,00, dependendo das reivindicações, tempo de trabalho e outras variáveis.


CONTRATAR EMPRESA DE CUIDADOR DE IDOSOS

Como você pôde ver, a opção de contratar um cuidador de idosos de forma particular e formalizar a contratação deste profissional em regime CLT vai lhe custar muito tempo e dinheiro. Geralmente, as famílias que têm um idoso que necessite de cuidados enfrentam altos níveis de estresse em função da contratação e gestão dos profissionais, além de lidar com a pressão que é ter um familiar doente em casa. Por isso é recomendado a contratação através de uma empresa.

O que avaliar na hora de escolher uma empresa de cuidadores?

Pensando nisso que a Personale Cuidador atua há 24 anos na contração, gestão e monitoramento de equipe multidisciplinar em saúde, com cuidadores de idosos, técnicos de enfermagem, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas e outras especialidades para oferecer  a melhor experiência no cuidado domiciliar.

Na Personale Cuidador você conta com profissionais altamente qualificados para garantir qualidade de vida e bem estar ao seu familiar idoso, enquanto nossa estrutura de gestão dá todas tranquilidade e segurança para a família. Nossos profissionais são submetidos a um processo seletivo muito criterioso. Além disso, cuidamos de toda gestão para que você não se preocupe com possíveis folgas, faltas, atestados ou substituições, pois dispomos de uma equipe de sobreaviso para cobertura imediata.

Outro ponto importante de destacar, é que os custos reduzem cerca de 10% quando você contrata uma empresa, ao invés de profissionais particulares em regime CLT.

Quer saber como a Personale Cuidador oferece a melhor experiência em cuidados domiciliares com idosos há mais de 24 anos?

Fale com um de nossos especialistas em atendimento domiciliar e se surpreenda!