SUPERVISÃO DA EQUIPE DE CUIDADORES DE IDOSOS

Cuidadores de idosos são profissionais que prestam cuidados com a saúde, higiene, alimentação, medicação, lazer e entretenimento do idoso. Mas estas atividades precisam de supervisão de um profissional de saúde especialista em idosos para que o cuidado seja efetivo e eficaz na manutenção da saúde e doenças crônicas, além da prevenção de acidentes domésticos.

Se você contrata cuidadores de idosos em Porto Alegre para cuidar de seu familiar idoso, muito provavelmente não possui a correta supervisão destes profissionais. Afinal, mesmo que você visite seu familiar constantemente para acompanhar de perto o trabalho do cuidador, ainda assim não está tendo uma supervisão adequada. A menos que você seja um profissional da área da saúde, como enfermeiro, por exemplo.

Então, para que os cuidadores tenham uma supervisão correta para garantir qualidade nos cuidados para com seu familiar idoso, é necessário que um enfermeiro oi enfermeira especialista em cuidado domiciliar esteja constantemente em contato com o profissional cuidador, além de fazer visitas periódicas para acompanhar o cuidado e o tratamento. Saiba por que é importante ter um profissional especializado para a supervisão de um cuidador.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NECESSÁRIA

Para a supervisão do cuidador ou da equipe de cuidadores de idosos é fundamental ter um profissional de saúde que acompanhe, mesmo que remotamente, a rotina de cuidados do idoso. Nestes casos, um enfermeiro ou enfermeira são fundamentais para supervisionar o cuidador, pois estes profissionais são capacitados para, além de prover, também gerir o cuidado de forma mais ampla.

Se seu familiar tem uma ferida e precisa de curativos diários, por exemplo, o enfermeiro é o profissional que vai realizar a o acompanhamento da evolução do tratamento da ferida e orientar o cuidador de idosos a realizar o curativo de forma correta e eficaz. Mas há casos nos quais o enfermeiro ainda deve atuar presencialmente no tratamento da ferida para garantir a qualidade e eficácia do tratamento.

Quando você contrata por conta própria um cuidador ou uma equipe de cuidadores, deve buscar um enfermeiro para supervisionar estes profissionais e a rotina de cuidados 24 horas, além de fazer visitas periódicas para reavaliação clínica e acompanhamento do tratamento. Mas é difícil encontrar enfermeiros disponíveis para esta função.

Algumas famílias optam por ter um técnico de enfermagem na equipe ou ainda substituir a função do enfermeiro supervisor por um técnico de enfermagem supervisor. No entanto, o profissional técnico de enfermagem não tem as competências necessárias para gerir uma equipe de cuidadores, nem realizar a supervisão completa de saúde do idoso. Isso por que o profissional técnico de enfermagem tem suas atribuições limitadas pelo Conselho Regional de Enfermagem (COREN-RS). Afinal, alguns procedimentos de cuidados com feridas, alimentação por sonda e aplicação de algumas medicações específicas são atribuição de um enfermeiro.

Algumas famílias também buscam médicos para acompanhar seus cuidadores, mas médicos são mais indicados para diagnóstico e acompanhamento de doenças e não de cuidados, por exemplo.

SUPERVISÃO ALIMENTAR

Muitos idosos fazem uso de sondas para alimentação, em função de alguma doença ou condição de saúde que o impede de se alimentar por via oral. Nestes casos, é fundamental que você busque um profissional de nutrição para elaborar uma dieta adequada para as necessidades e condições de seu familiar idoso. Mas além disso, também é necessário um enfermeiro para supervisionar a correta administração da alimentação pela sonda.

Tecnicamente, um cuidador de idosos não pode realizar os cuidados com a alimentação pela sonda, que são atribuições de um profissional técnico de enfermagem, sob a supervisão de um enfermeiro.

Mais do que isso, há situações em que, por falta de conhecimento, o cuidador administra de forma incorreta ou equivocada alimentação através da sonda, causando entupimento da mesma. Quando isso ocorre, é necessário que um enfermeiro realize a desobstrução da sonda, ou ainda que faça o repasse de uma nova sonda para que o idoso possa voltar a receber a alimentação por ela.

Por isso é importante a constante supervisão do enfermeiro sobre os cuidados com a alimentação dos idosos, além do acompanhamento presencial de alguns procedimentos.

SUPERVISÃO DE MEDICAÇÕES

É comum que idosos façam uso de alguns medicamentos ao longo do dia, seja para tratamento de doenças crônicas, ou mesmo de infecções. Também é comum as medicações chamadas de “se necessário”, que é quando o profissional cuidador deve adminstrar alguma medicação de acordo com os sinais vitais ou condição em que o idoso se encontra e, para isso, é necessário ter determinados conhecimentos técnicos sobre saúde e farmácia para não oferecer riscos a saúde do idoso com a administração incorreta ou inadequada de medicações.

Mas se o cuidador não tiver o conhecimento necessário, deve te um profissional especializado à disposição para se reportar e receber a orientação correta para tal realização. Por isso é importante que haja um enfermeiro supervisor para oferecer suporte aos cuidadores sempre que for necessário.

SUPERVISÃO COM TÉCNICO DE ENFERMAGEM

Como dito anteriormente, algumas famílias, e até mesmo algumas empresas de cuidadores, se valhem de um profissional técnico de enfermagem para realizar a supervisão dos cuidadores, como um profissional de saúde, com determinados conhecimentos. No entanto, há alguns pontos importantes de se observar ao tomar esta decisão:

Técnicos de enfermagem são profissionais de saúde com qualificação para realizar o cuidado com idosos e enfermos. No entanto, a legislação de saúde diz que este profissional deve atuar sob a supervisão de um enfermeiro, que é o profissional de Enfermagem com graduação acadêmica.

Neste caso, não nenhuma desqualificação dos profissionais técnicos de enfermagem, mas sim leis que limitam sua atuação sem a supervisão de um enfermeiro.

Portanto, ao contratar cuidadores, contrate também um enfermeiro para supervisionar a equipe. Se optar por contratar uma empresa de cuidadores, procure se informar sobre que tipo de profissionais realizam a supervisão dos cuidadores. Afinal há empresas que se utilizam de profissionais técnicos de enfermagem para a supervisão e, conforme vimos acima, é indispensável que haja um enfermeiro supervisor. Se você não tiver certeza de que tipo de profissionais a empresa está encaminhando para a supervisão da equipe de cuidadores, exija o documento de identificação do COREN-RS do supervisor.

Tome cuidado com empresas que apresentem valores baixos, isso geralmente é reflexo de uma estrutura ineficaz da empresa e de uma equipe sem qualificação necessária.

Se você busca por cuidadores de idosos em Porto Alegre e Região Metropolitana, procure pela Personale Cuidador. Afinal, nós atuamos há 23 anos na contratação, gestão, supervisão e monitoramento de cuidadores. Nossos cuidadores são altamente capacitados para oferecer qualidade de vida para os idosos, além de tranquilidade e segurança para você e sua família.

Somos uma empresa comprometida com o cuidado e a saúde dos idosos. Nesta perspectiva, dispomos de uma equipe com enfermeiros especialistas em atendimento domiciliar que cuidam da avaliação clínica do idoso e elaboração de plano de atendimento domiciliar personalizado, supervisão da equipe de cuidadores 24 horas, visitas periódicas para reavaliação clínica e acompanhamento do cuidado e do tratamento, além da realização de procedimentos de saúde para evitar idas ao hospital e até mesmo internações.

Quer saber mais sobre como nós garantimos a melhor experiência em cuidados com idosos em casa? Clique aqui e fale com um de nossos especialistas em atendimento domiciliar!