CUIDADOS COM IDOSOS EM CASA DURANTE O ISOLAMENTO SOCIAL

Garantir o cuidado com a saúde dos idosos em casa durante o período de isolamento social decorrente da pandemia de Coronavírus (COVID-19) é fundamental e merece atenção especial. Quando os cuidados não são adequados aumentam as chances do idoso desenvolver alguma complicação de saúde, podendo até ser necessário uma internação hospitalar.

E cuidar de um familiar idoso em casa não é uma tarefa tão fácil quanto parece, afinal há uma série de cuidados e detalhes na rotina que demandam tempo e muita dedicação. Por este motivo é comum que as famílias contratem cuidadores de idosos ou empresas especializadas no serviço para garantir o cuidado profissional com o idoso em casa, proporcionando qualidade de vida e bem estar.

O cuidado com a integralidade do idoso vai muito além de garantir o uso de medicações corretamente e o banho diário. Na verdade, há muitos processos na rotina diária do idoso que devem ser cumpridos para garantir a manutenção da saúde. Você sabe quais são?

Medicamentos

Idosos geralmente fazem uso de uma ou mais medicações diariamente para o tratamento de doenças comuns do processo de envelhecimento, como hipertensão e diabetes, por exemplo. O uso correto destas medicações, respeitos horários e dosagens, é fundamental para o correto tratamento e prevenção de complicações decorrentes destas doenças.

Mas além de lembrar o idoso de tomar suas medicações, o cuidador (familiar ou profissional) deve separar as medicações no momento da administração, pois há situações em que as medicações ficam separadas em caixinhas com os dias da semana ou horários. Porém este procedimento comum nas residências de idosos não é recomendado por médicos e especialistas, afinal a exposição do medicamento possibilita certa perda em suas características farmacêuticas.

O cuidador deve, no momento do uso do medicamento, separar o comprimido e ofertar ao idoso, SEMPRE COM ÁGUA.

Higiene

Os cuidados de saúde com a higiene do idosos vão muito além do banho. Há outros procedimentos que devemos ficar atentos, a fim de garantir sua realização diária, como:

  • Higiene oral – idosos precisam escovar os dentes todos os dias, ao menos 2x por dia. Também é preciso fazer o uso de fio dental. Atenção! Idosos que têm suas alimentações através de sondas alimentares também devem realizar a higiene oral diariamente.
  • Banho – todos sabemos que o banho é fundamental para a higiene como um todo, mas principalmente para manter a pele, nosso maior órgão do corpo, saudável. A falta do banho pode trazer complicações para a saúde do idoso, como micoses ou alergias. Além disso, o banho tende a aumentar a autoestima do idoso, fazendo sentir-se mais limpo, vivo e agradável perante seus familiares.
  • Região perineal – idosos não tem a mesma flexibilidade e elasticidade que os mais jovens, por isso podem apresentar dificuldades para realizar a higiene da região de seus genitais, da virilha e anal. É importante que estejamos atentos com a higiene dessa região, pois facilmente pode não ser bem higienizada pelo próprio idoso.
  • Pele – diferente de pessoas mais jovens, os idosos têm a pele mais ressecada, precisando de hidratação diária para reduzir os riscos de lesões, como cortes, por exemplo. É fundamental hidratar bem a pele por toda extensão do corpo, principalmente na região dos pés e mãos. Nas regiões íntimas, a hidratação deve ser moderada e preferencialmente deixar a pele respirar após, portanto evite vestir o idoso imediatamente à hidratação para não criar fungos.
  • Tricotomia – a raspagem de pelos também é um cuidado fundamental com a pele, principalmente a região da barba, no rosto. No geral, aparar e até mesmo raspar pêlos proporciona certo bem estar, além de melhorar a visibilidade da pele para o cuidador identificar possíveis lesões.
  • Unhas – o corte e manutenção de unhas curtas é um cuidado necessário e que requer muita atenção. Afinal, as unhas podem guardar milhões de bactérias. Além disso, com a pele mais sensível e ressecada, as unhas quando grandes oferecem iminente risco de corte e contaminação da ferida.

Além destes procedimentos citados acima, ainda há  muitos casos com a necessidade de troca de fraldas e higiene da região perineal mais frequente, banho no leito e a  manutenção de curativos, que requerem um conhecimento mais técnico e profissional para garantir a correta execução.

Alimentação

A alimentação é muito mais do que a ingestão de alimentos. Na verdade, a alimentação é a base para manter o corpo saudável e funcionando bem. Mas idosos geralmente tem hábitos alimentares que não favorecem esse bom funcionamento do corpo. É com, por exemplo, o consumo de café com pão, biscoito ou bolacha.

Para garantir que o idoso se alimente adequadamente, ingerindo alimentos ricos em proteínas, vitaminas, carboidratos, fibras e minerais é necessário o estímulo e monitoramento don consumo de alimentos. O ideal é garantir o consumo diário de leites e derivados, frutas, legumes e verduras, alimentos integrais e chás claros.

Outro ponto fundamental é o consumo de água. Idosos tem a pele mais ressecada em função de redução de líquidos no corpo durante o processo do envelhecimento. Portanto devemos garantir consumam água diária e frequentemente.

Entretenimento

Outro aspecto fundamental que compreende o cuidado com o idoso em casa é a questão de lazer e entretenimento. Afinal, manter a mente saudável também faz parte da saúde como um todo. Propor e realizar atividades de lazer e entretenimento para os idosos em casa durante o isolamento social é indispensável para garantir a manutenção da saúde, além do bem estar e a qualidade de vida.

Confira abaixo algumas dicas para amenizar os impactos do isolamento social em idoso:

  • converse com o idoso sobre assuntos agradáveis, como história de vida, por exemplo, fazendo perguntas, convidando-o a ver fotos e relembrar bons momentos. Isso ajuda a fazer o tempo passar de forma agradável, dá sentido positivo às suas experiências e estimula a fala, memória e cognição do idoso.
  • procure jogos de mesa (damas, xadrez, cartas, dominó,etc.)  e outros tipos de jogos (mímicas, perguntas e respostas, quem sou eu?, jogo do tato, etc)  para ocupar o tempo e a mente do idoso. Proponha a realização dos jogos em família para oferecer socialização de todos neste momento.
  • a televisão também é um aliado no entretenimento de idosos, mas cuide para não assistir TV por muito tempo. Combinem de assistir filmes, séries, novelas ou programas que gostem
  • proponha atividades físicas que respeitem a limitação de cada pessoa. Alongamentos e movimentos rasos proporcionam força, flexibilidade, potência e equilíbrio. Existem alguns exercícios para fazer sentado ou deitado também.
  • atividades de jardinagem, como cultivo de plantas e hortas em casa também são ótimas para estimular os idosos.

Como podemos ver acima, o cuidado com os idosos em casa realmente não é uma tarefa simples, tampouco fácil. Se você busca oferecer uma vida saudável e de qualidade para seu familiar idosos deve estar atento à estas rotinas de cuidado.

A recomendação é de ter um cuidador profissional, com formação adequada e capacitação para realizar e estimular o idoso em vários aspectos. Por isso a Personale Cuidador é a melhor opção para você ter profissionais especializados e capazes de garantir qualidade vida e bem estar ao seu familiar idoso no cuidado em casa, além de tranquilidade e segurança para você e sua família!