CUIDADOR DE IDOSOS EM PORTO ALEGRE – O QUE É? POR QUE CONTRATAR? COMO CONTRATAR? CUIDADOS!

O que é o serviço de Cuidador de Idosos em Porto Alegre? 

A legislação brasileira assegura determinados direitos para a população de 60 anos ou mais de idade, através da Política Nacional do Idoso ( Lei nº 8.842, de 4 de janeiro de 1994), o Estatuto do Idoso ( Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003; a Lei n° 13.466, de 12 julho de 2017, altera os arts. 3º, 15 e 71 do Estatuto do Idoso, assegurando, entre os idosos, prioridade especial aos maiores de 80 anos) e a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa (Portaria nº 2.528, de 19 de outubro de 2006).


Em Porto Alegre, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte – SMDSE (Unidade de Direitos do Idoso) promove o acesso aos direitos e à inclusão social, cultural e econômica dos idosos, prioritariamente aos que encontram-se em situação de vulnerabilidade.Há uma tendência de envelhecimento da população brasileira nos últimos anos. Este aumento, também observado no cenário mundial, acontece em decorrência da diminuição da taxa de fecundidade e o aumento da expectativa de vida pela melhoria nas condições de saúde e seus indicadores.


Em 2017, a população idosa brasileira ultrapassou os 30 milhões, conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua ? Características dos Moradores e Domicílios, divulgada pelo IBGE. Destes números, as mulheres são maioria expressiva, representando 56%, um total aproximado de 16,9 milhões, enquanto os homens, representam 44%, um total aproximado de 13,3 milhões.


Além disso, há uma expectativa de quem em 2039 a quantidade de idosos supera a de crianças de até 14 anos, acelerando o processo de envelhecimento da população brasileira.Os Estados com maior índice de população idosa são: Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Segundo o IBGE, o Rio Grande do Sul será o primeiro estado que experimentará uma proporção maior de idosos que crianças de até 14 anos, o que deverá ocorrer em 2029. Em 2033, será a vez de Rio de Janeiro e Minas Gerais.


De acordo com o Censo do IBGE de 2010, Porto Alegre é a capital brasileira com maior percentual de idosos no Brasil, cerca de 15% da população tem 60 anos ou mais, um total de mais de 100 mil idosos. A partir desta realidade, a Prefeitura vem direcionando esforços em desenvolver políticas públicas em diversos segmentos, como: moradia, saúde, transporte, educação, cultura, lazer, esporte, comunicação, assistência social, trabalho e emprego, para garantir a qualidade de vida à esta fatia da população na cidade.


Em 2010, foi instituído o COMUI (Conselho Municipal do idoso de Porto Alegre), um órgão deliberativo, propositivo, consultivo e fiscalizador das políticas públicas destinadas a promover os direitos dos idosos.
A Capital gaúcha recebeu da OMS (Organização Mundial de Saúde), em novembro de 2015, a certificação de CIDADE AMIGA DO IDOSO, pois atende à 8 quesitos elencados no Guia Global das Cidades Amigas do Idoso. Dentre os programas e serviços voltados à saúde e qualidade de vida do idosos, podemos destacar:

  • Moradia – O município garante a prioridade para as pessoas de terceira idade nos seus projetos habitacionais.
  • Saúde – É garantido aos idosos, por lei, o agendamento (que pode ser feito por telefone) de 20% das consultas diárias das unidades de saúde. São desenvolvidos programas de acesso a medicamento gratuito e de assistência domiciliar.
  • Integração Social e Respeito à Pessoa idosa – São realizadas atividades integrativas entre crianças em idade escolar e idoso. Na área de acessibilidade, estão sendo realizadas adequações de praças e vias públicas às pessoas da terceira idade.
  • Em termos de políticas públicas estratégicas, está em fase conclusiva o Plano Municipal do Idoso, para o próximo triênio, elaborado pela Secretaria Adjunta do Idoso.
  • Transporte – Porto Alegre foi uma das primeiras capitais brasileiras a adotar a política de transporte coletivo gratuito para idosos (a partir de sessenta anos) e da reserva de assentos especiais nos coletivos.
  • Comunicação/Informação – O município edita o Jornal do Idoso que é distribuído em todos os Centros de Referência em Assistência Social da cidade Apoio da Comunidade e Serviços de Saúde.
  • Esportes – Idosos são atendidos durante o ano todo,na área de promoção à saúde, atividade física, esporte, recreação e lazer.
  • Assistência Social – Proteção Social Básica presta Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Idosos por meio de 52 grupos de convivência, que atendem semanalmente 1700 idosos em situação de vulnerabilidade social.
  • Trabalho e Emprego – São reservadas aos idosos 25% das vagas disponibilizadas em cursos de capacitação e oficinas.

Porque contratar o serviço de Cuidador de Idosos em Porto Alegre?


Algumas doenças muito comum entre os idosos, como: Demências, Alzheimer, Parkinson, AVC, cirurgias para correção de fraturas, entre outras, demandam cuidados específicos – muitas vezes especializado -, para garantir o bem-estar e a qualidade de vida para o idoso. Em primeiro momento, a família pode se propor a cuidar, mas há momentos em que um profissional cuidador se torna indispensável para o sucesso no cuidado.
No caso do Alzheimer, uma doença degenerativa que ao longo do tempo compromete a independência funcional do idoso, estima-se que a doença atinge mais de 1,2 milhões de pessoas com mais de 65 anos. Ainda, segundo a Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAZ), os casos devem mais do que dobrar até 2030.


Outro problema cada vez mais comum são as quedas. Segundo a Revista de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), em pesquisa realizada no final de 2017, 25% dos idosos sofrem quedas, sendo 70% delas em casa, com percentual de 5% a 10% resultando em ferimentos graves. Mas o grande problema está no período que sucede a primeira queda, pois mais de 65% do idosos caem pela segunda vez nos 6 primeiros meses após a primeira queda. E, neste período, a prevenção é fundamental.


Na maioria dos casos, as famílias que necessitam de cuidadores domiciliares se deparam com a situação sem aviso prévio, afinal não é possível determinar quando ou como um ente amado necessitará de tal cuidado. Deste modo, o cuidado “aqui e agora”, sem treinamento e preparo, oferece um alto nível de estresse, irritação e frustração, tanto para o paciente, quanto para seus familiares.


Outro aspecto que causa altos níveis de estresse e preocupação para as famílias, é a busca por profissionais no mercado para promover um cuidado eficiente e humanizado para seu familiar. Afinal, embora haja um grande número de profissionais disponíveis – alguns até sem a devida formação -, é inevitável a preocupação com o fato de inserir uma “pessoa estranha” em seu ambiente residencial para cuidar de seu familiar. E é exatamente por estes motivos que as empresas de atendimento domiciliar se especializam cada vez mais no assunto, para permitir que as famílias se preocupem apenas com a oferta de atenção, amor e carinho para o paciente.


Contratar uma empresa especializada em atendimento domiciliar tem seus prós e contras. No entanto, ao analisar ambos, é fácil constatar a necessidade e as vantagens da contratação.As empresas de cuidadores oferecem os seguintes benefícios:

  • Experiência em cuidado domiciliar com diversas patologias;
  • Recrutamento e seleção especializado de cuidadores com perfil técnico adequado ao atendimento domiciliar;
  • Capacitações e treinamentos periódicos dos profissionais;
  • Gerenciamento profissional da equipe de cuidadores e suas escalas de trabalho;
  • Substituição de profissionais caso não haja adaptação do paciente ou da família;
  • Cobertura imediata em caso de possíveis folgas, faltas e atestados;
  • Responsabilidade técnica e legal sobre os profissionais, isento a família e o paciente de qualquer eventual ação trabalhista;
  • Acompanhamento clínico realizado por enfermeiros especializados, de plantão 24 horas para qualquer intercorrência;
  • Supervisão dos profissionais cuidadores por enfermeiros especializados;

Com tantos benefícios oferecidos na contratação de uma empresa de cuidadores, podemos considerar como “ponto negativo” apenas o valor da contratação que, geralmente, pode ser um pouco mais alto que a contratação de cuidadores particulares.


No entanto, quando consideramos fatores como a redução do estresse familiar na gestão do atendimento, e a isenção de eventuais ações trabalhistas, é fácil concluir que, ao contratar um empresa de cuidadores, a família tem mais tranquilidade e tempo disponível para oferecer mais atenção, amor e carinho ao paciente.

Como contratar o serviço de Cuidador de Idosos em Porto Alegre?


Tendo em vista a existência de necessidades individuais de cada paciente e suas família, se faz necessário a visita de um enfermeiro especialista em atendimento domiciliar no ambiente que a pessoa doente vive, a fim de investigar a realidade individual de cada pessoa. É nesta visita que o enfermeiro deve avaliar diversos aspectos relevantes para o início do atendimento em casa, como:

  • Estado de saúde do paciente (patologias e comorbidades);
  • Histórico de saúde do paciente;
  • Medicações de uso de paciente;
  • Necessidades e especificidades de cuidado;
  • Serviço de emergências médicas;
  • Hospital de referência;
  • Acessibilidade do ambiente com foco no atendimento;
  • Quem reside no ambiente com o paciente;
  • Responsáveis pelo paciente;
  • Perfil de profissional esperado pelo paciente e familiares (comunicação, experiência técnica, idade, sexo, etc.);
  • E outros aspectos que se façam relevantes no momento da avaliação clínica.

Este processo é fundamental para que o início e a continuidade do atendimento domiciliar possam ter um elevado nível de qualidade e assertividade na seleção de profissionais que devem compor a equipe de atendimento.


Além destes aspectos, o enfermeiro avaliador deve: Indicar aquisição de materiais que devem ser utilizados durante os atendimentos, adaptações no ambiente em que o paciente reside, como colocação de barras de apoio, alargamento de portas para utilização de cadeiras de rodas, adaptação de box de banheiro para utilização de cadeiras sanitárias, retirada de tapetes, armazenamento de medicamentos, entre outros. 


Portanto, é indispensável que, antes do início de qualquer atendimento domiciliar, haja uma avaliação profissional dos quesitos citados acima, bem como o levantamento de informações pertinentes que visam o respeito ao paciente e a qualidade do atendimento a ser prestado.Após a avaliação do enfermeiro especialista em atendimento domiciliar, o próximo passo é composto pelo processo de seleção dos profissionais que devem compor a equipe de atendimento, de acordo com as informações coletadas, bem como das necessidades e expectativas de cada paciente e familiares.


Neste processo seletivo, inúmeros aspectos devem ser considerados, no intuito de obter assertividade na escolha dos profissionais. Dentre eles, podemos observar:

Perfil profissional de acordo com a necessidade do paciente

No atendimento domiciliar, diferentemente do atendimento hospitalar ou em clínicas, tanto o paciente, quanto os familiares, têm a opção de traçar um perfil profissional esperado com base no sexo do profissional, idade, experiências, comunicabilidade, competências técnicas, entre outras.

Proximidade da residência do profissional com a do atendimento

Atendimentos mais próximos das residências dos profissionais exigem menor tempo de deslocamento que, consequentemente, causam menor desgaste físico e psicológico para o profissional.

Competências técnicas

Embora todos os profissionais devam estar devida e continuamente capacitados e treinados para o atendimento domiciliar, cada um deles obteve uma história de vida profissional diferente, adquirindo mais, ou menos, experiência em determinados tipos de cuidados.

Disponibilidade

Tendo em vista que o atendimento domiciliar oferece uma possibilidade de flexibilidade nos horários de contratação, deve-se levar em consideração a disponibilidade de horário de cada profissional, a fim de prevenir a substituição precoce em função de dias e horários de trabalho.

Interesse profissional

Por fim,as não menos importante, o profissional deve conhecer o máximo possível sobre a condição clínica do paciente, a localização de sua residência, o horário de atendimento e as necessidades individuais dele, para que demonstre, ou não, real interesse em assumir os cuidados. Afinal, é fundamental que, para prestar um atendimento de qualidade, o profissional deve estar seguro, satisfeito e, acima de tudo feliz em seu local de trabalho.


Para o atendimento domiciliar, é recomendado que se contrate uma empresa especializada no serviço (home care) para lhe proporcionar tranquilidade e qualidade de vida para seu familiar. Além de deixar as famílias isentas de gerenciamento de equipe, encargos sociais e judiciais com relação aos profissionais cuidadores.Portanto, confira abaixo o checklist para contratar a empresa mais adequada para o atendimento domiciliar ao seu familiar:

  • Procure pelas empresas existentes na sua região. Indicações são bem-vindas, afinal alguém que você conhece já contratou o serviço e ficou satisfeito – ou não.
  • Antes de ligar, acesse o site e confira os serviços desta empresa. Aproveite para conferir se há algum depoimento de clientes e colaboradores (procure conhecer um pouco mais sobre tempo e conceito de mercado);
  • Ao ligar, faça perguntas para investigar se a regularidade legal da empresa (registro de empresa na prefeitura e órgão regulamentador competente, alvarás de localização e saúde, licença do conselho regional de enfermagem para atuar na área com responsável técnico, dentre outros), pois há muitas empresas que atuam na área sem os devidos registros legais;
  • Saber o preço é fundamental para a contratação, mas devemos ter em mente que, ao contratar serviços de saúde para nós e nossos familiares, a qualidade do serviço e a confiabilidade dos prestadores são indispensáveis;
  • Verifique se a empresa oferece a Avaliação Assistencial Gratuita com Enfermeiro Especialista em Atendimento Domiciliar. As empresas irregulares tendem a iniciar o atendimento de seu familiar sem sequer conhecer o paciente e o ambiente no qual ele reside;
  • Atenção ao Contrato de Prestação de Serviços e suas cláusulas. Este documento deve oferecer garantia da qualidade e da oferta dos serviços. É muito comum que empresas sem licença para atuar na área não emitam contratos, tendo em vista as suas irregularidades;

Após a investigação inicial sobre a situação legal da empresa, você deve:

  • Agendar a Avaliação Assistencial para conhecer o representante da empresa. Fique atento a experiência do profissional para com o atendimento domiciliar (conhecimentos clínicos e práticos);
  • Exija os documentos profissionais do avaliador (Carteira do COREN de sua região);
  • Aproveite a visita do enfermeiro para tirar dúvidas sobre os cuidados necessários para seu familiar, bem como as condutas que deve esperar dos profissionais que prestarão o serviço, compra de medicações e equipamentos de proteção (luvas, máscaras, seringas, gazes, etc.);

Feita a avaliação assistencial, você deve fazer as últimas combinações com a empresa. Neste ponto, você pode acertar tudo por telefone,as exija um e-mail com as orientações e o Contrato de prestação de serviços. Então, você se atentar aos seguintes aspectos: 

  • Contrato de prestação de serviços;
  • Valores a serem pagos e datas de pagamento;
  • Telefones para contato e responsáveis pela sua contratação;
  • Solicitação de equipamentos, caso haja necessidade;
  • Canal de comunicação regular com a empresa;

SUPER DICA

Preços muito baixos são reflexos de empresas que não remuneram seus profissionais adequadamente, fazendo com que a qualidade do atendimento domiciliar seja abaixo da esperada.

Para receber um serviço de qualidade no cuidado humanizado para seu familiar, fique atento a todos os aspectos listados acima e, sobretudo, tenha certeza de que está fazendo a melhor escolha. Sempre tenha ciência de que, para um bom atendimento, você vai precisar de uma boa empresa, o que pode lhe custar um pouco mais financeiramente. Mas, no entanto, você estará tranquilo e seguro com as pessoas que entrarão na sua casa para cuidar de seu familiar!


Sempre que ficar com alguma dúvida, questione. Caso não esteja totalmente seguro de que àquela empresa é a mais adequada, consulte as concorrentes de mercado.

Cuidados na escolha da empresa Cuidadora de Idosos

Para contratar uma empresa Cuidadora de Idosos, é fundamental que você investigue diversos aspectos sobre as empresas existentes no mercado. Fale com empresas que tem mais tempo de mercado, que garante a qualificação profissional de seus cuidadores, que invista em treinamento e capacitações periódicas e que, acima de tudo, esteja regularizada com os órgãos fiscalizadores competentes.


Afinal, a empresa cuidadora de idosos será responsável por selecionar e enviar profissionais à sua casa para cuidar de seu familiar.
Fique atento para diferenciar Empresas Cuidadoras de serviços de agências de cuidadores. As empresas contratam os profissionais, mantendo responsáveis legais por eles, enquanto as agências indicam profissionais para você contratar, com um custo pela indicação, mas não exerce a responsabilidade legal pelos mesmos.


Há mais de 20 anos a Personale Cuidador atua em Porto Alegre e Região Metropolitana oferecendo o serviço especializado de cuidador domiciliar. Neste período, foram mais de 1.500 famílias atendidas, com mais de 3.000 profissionais cuidadores envolvidos no cuidado humanizado e na assistência domiciliar para idosos e enfermos. A empresa conta ainda com enfermeiros especialistas em atendimento domiciliar que realizam avaliações clínicas e elaboram plano de atendimento personalizado para cada paciente.


Para saber mais sobre os serviços da Personale Cuidador, você pode entrar em contato através do telefone (51) 3084-6494 e falar com um dos especialistas em atendimento domiciliar, e ainda agendar uma Avaliação de seu familiar, com Enfermeiros Especialistas em Atendimento Domiciliar, para elaboração de um Plano de Atendimento Personalizado.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta